Confira todos os campeões do KSOP GGPoker Premium

Jaringan KSOP GGPoker Premium terungkap;  Periksa

Na quarta etapa do KSOP GGPoker de 2023, finalmente um jogador do Brasil foi quem fez a festa no Main Event. O responsável por quebrar um hiato de três vitórias estrangeiras seguidas foi o jovem Marcelo Augusto Araújo, de Goiânia, empurrado por uma torcida eufórica. Ele superou a concorrência de um field de 1.319 entradas.

O título veio acompanhado da premiação máxima do torneio sem qualquer tipo de acordo: R$ 600.000. “É inexplicável. Eu jogo um pouco barato, pra mim isso aqui é bem fora da minha grade. É um prêmio bem alto, ainda estou sem acreditar, em êxtase. É uma felicidade indescritível. Só tenho que agradecer a Deus e ao time, que me deu oportunidade de estar aqui, e para todo mundo que torceu”, comemorou o campeão.

Marcelo é jogador do PokerLAB Team e agradeceu o apoio dos companheiros de time do começo ao fim. “Ajuda muito. Cada pote, mesmo os potes pequenos, com todo mundo torcendo e gritando, você fica mais empolgado, com a vontade de ganhar ainda mais para abraçar a torcida”, falou o jogador de 23 anos, um dos mais jovens a vencer o Main Event do KSOP GGPoker.

LEIA MAIS: Última etapa do KSOP GGPoker em Fortaleza tem grade revelada com R$ 3 milhões garantidos no mês de outubro

No final de semana do Dia dos Pais, Marcelo Augusto jogou a mesa final com uma camiseta em homenagem ao falecido pai Fernando Araújo. Assim que o torneio acabou, o campeão foi às lágrimas. Na entrevista, ele dedicou a vitória para aquele que sempre o apoiou em qualquer aventura.

“Ele foi a pessoa que sempre me apoiou em todas as minhas loucuras. Me mudei de galho em galho e ele tava sempre comigo. Futebol, caratê, capoeira, judô. Infelizmente, quando eu conheci o poker, eu já não tinha mais ele. Então, eu queria muito que ele tivesse aqui nesse momento. Vou homenagear pelo Dia dos Pais que está aí. Primeiro título grande tem que ser para ele”, disse com olho marejado.

A mesa final

O script inicial da mesa final foi conforme o esperado. Os jogadores com menos fichas foram os dois primeiros eliminados: Reginaldo Valadão, de Santos, e Rafael Tabarin, de São Paulo. O jogo ficou por um bom tempo no 7-handed e teve algumas mudanças na dinâmica das fichas. Fábio Garcia virou o chip leader, mas Marcelo e o colombiano Jorge Osuna estavam bem próximos.

De repente, em um intervalo de menos de 30 minutos, três eliminações aconteceram: o argentino Mariano Jimenez eliminou o compatriota Martin Piñeiro em sétimo. Logo depois, Joaquin Piergentile, outro hermano, ficou pelo caminho. Os pay jumps caíram no colo de Marcos Sketch, que era quem tinha menos ficha. O sócio do 4bet Team, presença ilustre da FT, ficou no quinto lugar.

A mão que deixou o título de Marcelo Augusto encaminhado aconteceu no 4-handed quando Fábio Garcia pulou na lança com um shove de 45 blinds no turn. Com flush, o goiano deu instacall e segurou contra dois pares para disparar na ponta. Ele comemorou muito e até ficou emocionado, percebendo o caminho aberto para a vitória.

“Eu comecei a ficar emocionado porque eles me abraçaram, começaram a gritar. Eu vejo que vou para 22 milhões em fichas, o segundo tem nove, então realmente eu tenho o dobro. Começou a passar um filme na cabeça, acreditar que a cravada tava muito perto”. Logo depois dessa mão, veio o Dinner Break. O intervalo foi importante para o jovem recuperar a postura. “Eu consegui relaxar. Uma hora de break eu consegui fica tranquilo, tomar água, comer e respirar. Voltei para o jogo focadinho”, falou.

No 3-handed, Jimenez derrubou Jorge Osuna, finalista na outra edição do KSOP GGPoker, com o troféu de bronze. Mesmo assim, o heads-up começou com uma enorme vantagem para Marcelo Augusto de cerca de 28.000.000 contra 10.000.000. Depois de algum tempo de embate, o grinder do PokerLAB encerrou a jornada com um lindo hero call de último par, pegando um blefe do hermano.

“Foi com chave de ouro. Foi um bluff catcher river. Eu dou o call, eu olho para a cara dele e ele já faz uma careta. O floor falou para não dar showdown. O último par, A high ou K high praticamente é a mesma coisa imaginando os bluffs que ele tinha”, explicou.

O KSOP GGPoker Premium, no Rio de Janeiro, encerra a penúltima etapa com uma linda história. A próxima vai acontecer em Fortaleza, entre 25 a 31 de outubro. Nos vemos lá!

Confira a premiação e como foram as eliminações dos finalistas:

1º – Marcelo Augusto (Goiânia/GO) – R$ 600.000

2º – Mariano Jimenez (Argentina) – R$ 350.000

3º – Jorge Osuna (Colômbia) – R$ 200.000

4º – Fábio Garcia (Saquarema/RJ) – R$ 150.000

5º – Marcos Sketch (Rio de Janeiro/RJ) – R$ 112.000

6º – Joaquin Piergentile (Argentina) – R$ 90.800

7º – Martin Piñeiro (Argentina) – R$ 73.000

8º – Rafael Tabarin (São Paulo/SP) – R$ 60.000

9º – Reginaldo Valadão (Santos/SP) – R$ 50.000

Confira o MundoTV Cast #43 com Brener Vicente:

Author: Lawrence Sanchez